Decathlon: Matt Leclercq deixa presidência da empresa

Segundo os sites Sport Guide e Challenges, a empresa francesa, que registou recorde de vendas no ano passado, estaria a passar por uma fase turbulenta mantida em segredo até agora. O presidente do conselho da Decathlon, Matt Leclercq, filho do fundador da marca, decidiu renunciar ao cargo. A informação foi confirmada à FashionNetwork pela Decathlon na terça-feira (3).

 

A Decathlon voltou aos Estados Unidos em 2017 – Decathlon

Matt Leclercq teria comunicado a sua intenção de não concorrer a outro mandato numa carta endereçada a todos os membros da gestão da empresa fundada em 1978 e teria deixado a Decathlon na semana passada. “Ao longo dos últimos 18 meses não tive a liberdade de escolher os meus conselheiros e depois do desempenho negativo do grupo no início deste ano, a relação com os representantes dos nossos acionistas deteriorou”, terá escrito Leclercq, segundo a revista francesa Challenges.

Matthieu Leclercq, de 49 anos, era presidente da Decathlon desde 2012. Leclercq referiu-se às dificuldades encontradas no começo deste ano pela Decathlon, que pertence à família Mulliez, apesar do grupo ter registado um aumento de vendas de 11% em 2017, atingindo 11 mil milhões de euros. De acordo com a Challenges, os fatores que pesaram na balança foram os fracos resultados da Decathlon no mercado francês e o crescimento do negócio de marca própria do grupo em detrimento das suas vendas de grandes marcas como a Adidas e a Nike.

A Decathlon baseou cada vez mais o seu sucesso no desenvolvimento interno de produtos, algo que permitiu que a cadeia mantivesse os preços baixos, e continua a segmentar a sua própria linha de produtos para responder às necessidades específicas dos consumidores, trabalhando como especialista. Mas, isso também significa que alguns dos principais nomes do desporto acabam não por não encontrar um espaço nas prateleiras da Decathlon.

A expansão da rede no estrangeiro está claramente a impulsionar o seu crescimento, com a receita de exportação a subir 13,4% no ano passado, chegando a 7,6 mil milhões de euros. A Decathlon conta atualmente com 1.352 lojas em 39 países e, numa base comparável, o crescimento da marca foi de 4% internacionalmente, em comparação com um aumento de 1% na França. Das 185 lojas inauguradas em 2017, 176 foram abertas fora de França.

Previous Parceria entre Carrefour e Tesco vai pressionar fornecedores
Next iPlace expande lojas e reforça o foco em marca própria

You might also like

Farmacêuticos e higiene

E-Commerce: Saúde e Cosméticos Ultrapassa Moda e é o que mais vende no Brasil

Fonte: Exame – Por Dino A 38ª edição do Webshoppers, o maior estudo sobre E-commerce do Brasil, mostrou que o mercado digital nacional teve algumas alterações importantes. A principal delas

Comércio varejista

Primeiro selo ‘livre de plástico’ vai ajudar consumidores a conter poluição

Fonte: REUTERS • LONDRES   Um novo selo “livre de plástico” lançado na Grã-Bretanha na quarta-feira permitirá que consumidores identifiquem produtos com embalagens plásticas, com as empresas sob crescente pressão para

Notícias Internacionais

Marca Aldi já vale mais que a Tesco

Fonte: Grande Consumo   A batalha pela fidelidade dos consumidores entre os principais supermercados e discounters não será ganha através do preço, mas da criação de marcas significantes e diferenciadoras”.

Notícias

The Beauty Box alcança 10% em conversão no e-commerce durante a Black Friday

Fonte: E-Commerce Brasil Uma das categorias mais desejadas pelas consumidores na Black Friday são os cosméticos. A loja virtual da marca The Beauty Box superou as expectativas de venda este ano e