Parceria entre Carrefour e Tesco vai pressionar fornecedores

Por Dominique Vidalon e James Davey
PARIS/LONDRES, 4 Jul (Reuters)

Um acordo entre a rede francesa de varejo Carrefour e a britânica Tesco para formação de uma parceria global de compras vai ajudar as companhias não só reduzirem preços, mas também expandir suas próprias marcas, pressionando grandes fornecedores como Nestlé e Kraft Heinz.

A aliança Carrefour-Tesco vai redefinir as relações com fornecedores globais como Unilever , Nestlé e Procter & Gamble , em um momento em que já estão enfrentando demanda fraca e a chegada de novos rivais.

Em um novo golpe contra as grandes empresas de bens de consumo, a dupla também afirmou que vai fornecer em conjunto produtos de marca própria, cujas vendas estão crescendo rapidamente na Europa devido à expansão de redes de desconto como Aldi e Lidl, que geralmente vendem produtos de marca
própria.
“Alianças de compra têm um efeito prejudicial em toda a cadeia de fornecimento de alimentos”, disse Mella Frewen, diretora geral do FoodDrinkEurope, um grupo de lobby do setor. No entanto, a aliança também poderá permitir que fornecedores menores que atendem apenas um dos varejistas dobrem seus
negócios.
“Eles poderiam ter uma oportunidade enorme para a qual poderiam muito bem derrubar seus preços e competir”, disse David Sables, presidente-executivo da Sentinel Management Consultants,
que treina fornecedores em como negociar com grandes grupos de supermercados.
O crescimento de vendas de Nestlé, Procter & Gamble e Unilever foi impulsionado quase inteiramente este ano por mudanças de hábitos de consumo, em vez de aumentos de preços, dado um ambiente de varejo difícil.
Confrontados com a mudança da preferência dos consumidores em direção de alimentos mais saudáveis e de marcas independentes, empresas como Nestlé estão tentando responder com produtos considerados premium por elas e que possuem preços mais caros.
Mas os varejistas estão relutantes em aumentar seus preços uma vez que estão enfrentando sua própria batalha com grupos de descontos e varejistas online, como a Amazon.
A aliança Carrefour-Tesco é apenas o mais recente contrato de compra firmado pelos principais varejistas europeus nos últimos anos. A rede alemã Metro firmou uma parceria semelhante com os franceses Auchan, Casino e Schiever na semana passada.
Os acordos aumentaram a pressão sobre os fornecedores depois que a segunda maior cadeia de supermercados britânica, Sainsbury’s , comprou a Asda, do Wal-Mart .
((Tradução Redação São Paulo;))
REUTERS TH AAJ

Previous Carrefour Brasil registra lucro de R$ 389 milhões e quer intensificar marcas próprias
Next Decathlon: Matt Leclercq deixa presidência da empresa

You might also like

Alimentos

A aposta frustada de Warren Buffett

No ano passado, empresa de Buffett, Berkshire Hathaway, perdeu US$ 2,7 bilhões com a Kraft Heinz; para ele, companhia pagou em “excesso” ao assumir dívida de gigante. O megainvestidor usou

Notícias

Maior rede de estética masculina do Brasil almeja 40 lojas em 2018

A Barbearia Vip cresceu mais de 500% nos últimos três anos A rede Barbearia Vip, a maior de estética masculina do Brasil, está com 26 lojas e almeja chegar a

Notícias

Conteúdo útil para nossos associados

Palestrante Roberto Butragueno, durante Congresso ABMAPRO 2018…

Notícias

Marca japonesa Miniso comercializará produtos na Amazon Índia

Fonte: Imprensa Mercado & Consumo A varejista Miniso e a Amazon firmaram um acordo na Índia. A empresa de comércio eletrônico começou a vender neste final de semana os produtos