Coop prevê a venda de 320 toneladas de panetones de marca própria

Neste ano, a Coop – Cooperativa de Consumo espera vender 320 toneladas de panetones da marca própria Delícias da Coop, entre as versões tradicionais e os recheados em parceria com a Nestlé, lançados no ano passado. Já estão disponíveis em toda a rede, os sabores Brigadeiro, Chocolate com Maracujá, Cocada, Morango, Napolitano, Churros, Damasco e Limão.

No caso dos tradicionais, o cliente encontra o de Chocolate e Frutas, oferecidos em embalagens plásticas e caixas de 500 gramas e 1 kg, além do Floresta Negra, em caixas de 500 gramas e a versão salgada, em saquinho de 400 gramas.

Trata-se de um excelente exemplo de Marca Própria com estratégia bem definida e parceria com fornecedor que garantem a cada ano novos lanaçamentos e manutenção de sucesso de produto e categoria.

 

Previous Veja testou os produtos do supermercado Dia%
Next ABMAPRO leva executivos para evento de marcas próprias em Amsterdam

You might also like

Sem categoria

Bahia é mais um clube a apostar em marca própria no Brasil

Fonte: Maquina do Esporte O Bahia apresentou na noite desta quinta-feira (27) a Esquadrão, marca de roupas própria do clube, que antecipou o término do vínculo com a Umbro para

Comércio varejista

Carrefour Brasil registra lucro de R$ 389 milhões e quer intensificar marcas próprias

O Carrefour Brasil registrou um lucro líquido consolidado atribuído aos acionistas controladores de R$ 389 milhões no segundo trimestre, um resultado 39,4% superior ao apurado no mesmo período do ano

Comércio varejista

Renner lança coleção de produtos feitos de materiais reciclados

Seguindo a tendência sustentável que tem surgido em diversos segmentos, inclusive a moda, a Renner lançou uma nova linha, chamada Re – Moda Responsável. O primeiro produto da coleção é

Comércio varejista

Amazon registra Marca Própria de alimentação em Portugal

Por Hipersuper O mercado português é um dos “alvos” da Amazon para 2018. Prova disso é que a gigante norte-americana do retalho online pediu, no final do mês passado, o