Lidl deixa de ter sacos de plástico para transporte de compras

Além do fim do plástico, o Lidl afirma que “até ao final de 2020, as embalagens de todos os artigos de marca própria, que representam cerca de 70% dos seus produtos vendidos, serão feitas de material reciclado ou fibra virgem com certificação FSC”.

O Lidl anunciou que, a partir deste ano, não será possível comprar sacos de plástico em mais de 250 lojas espalhadas pelo país. Tal decisão significa “que a empresa deixará de colocar no mercado cerca de 25 milhões de sacos” de plástico, por ano, em Portugal.

“Comprometido em reduzir em 20% a utilização de plástico até ao ano de 2025, o Lidl Portugal começa 2020 sem sacos de plástico para transporte de compras”, afirma a cadeia de supermercados alemã, através de um comunicado.

Além do fim do plástico, o Lidl afirma que “até ao final de 2020, as embalagens de todos os artigos de marca própria, que representam cerca de 70% dos seus produtos vendidos, serão feitas de material reciclado ou fibra virgem com certificação FSC”.

Tal garante que “o papel e o cartão utilizados na produção de embalagens têm origem em florestas com gestão sustentável e promovem benefícios sociais, ambientais e económicos”, pode ler-se na nota.

Fonte: Sapo.pt
Previous Varejo farmacêutico tem faturamento de R$ 110,08 bilhões
Next 10 tendências para a transformação digital do varejo

You might also like

Comércio varejista

Carrefour reduz marcas de fabricante em quatro lojas francesas

Fonte: HiperSuper A Carrefour está a implementar, em quatro lojas francesas, um projeto piloto que prevê a eliminação de muitas das marcas de fabricantes dos seus lineares. A experiência pretende

Notícias

Marca Própria de amenities do hotel Emiliano é lançada no varejo

Fonte: www.brazilbeautynews.com – Por Renata Martins   Vendida pela internet e lojas multimarcas desde o ano passado, a Santapele acaba de ganhar seu primeiro ponto proprio. Em 2008, o empresário Carlos Alberto

Notícias

Marcas Própria: Preço ou Qualidade?

Por Hipersuper a 29 de Março de 2018 as 10:45 Por Robertus Lombert, Partner da IPLC para Portugal Marcas próprias: Preço ou qualidade? É, talvez, uma das perguntas mais comuns

Comércio varejista

Amazon agora vende até colchões com marca própria

Fonte: Tecnoblog – Por André Fogaça A Amazon vende de tudo em seu site internacional, indo de produtos eletrônicos, passando por itens de mercado e até mesmo para remédios. A novidade