Continente sublima confiança para promover produtos marca própria (com vídeo)

Fonte: Meios & Publicidade – Por Pedro Durães

Por a 11 de Abril de 2019

“A confiança conquista-se produto a produto” é o claim da nova campanha publicitária criada com o objectivo de promover os produtos de marca própria Continente. Com criatividade assinada pela Fuel, a campanha coloca em destaque atributos como a confiança e qualidade associadas à marca, bem como a amplitude e transversalidade dos seus produtos alimentares com as diferentes gamas: marca Continente, Continente Equilíbrio, Continente Selecção, e Continente Fácil & Bom. Uma variedade sublinhada através da ideia de que os produtos de marca própria da insígnia de retalho da Sonae fazem do Continente a “marca que marca todos os momentos” da vida dos portugueses. O filme tem produção da Slow Studio, com realização de Nuno Correia. A pós-produção foi assegurada pela Light Film e a sonorização pela Indigo.

Previous GPA une operações virtual e física de olho em maior rentabilidade do Extra
Next Um novo jeito de cozinhar: kits Cheftime by Pão de Açúcar

You might also like

Destaques

Parceria entre Carrefour e Tesco vai pressionar fornecedores

Por Dominique Vidalon e James Davey PARIS/LONDRES, 4 Jul (Reuters) Um acordo entre a rede francesa de varejo Carrefour e a britânica Tesco para formação de uma parceria global de

Notícias

Referência no mercado em produtos para o lar, Pernambucanas lança nova marca própria

Fonte: Redação E-Commerce News A Pernambucanas, rede varejista que comemora 110 anos de atuação em 2018, lança nova marca própria “Pernambucanas Casa” com produtos de cama, mesa, banho e decoração. A

Comércio varejista

GPA anuncia novidades para democratizar Qualitá

Fonte: No Varejo – Por Gabriella Sandoval Dez anos depois do lançamento de Qualitá, o Grupo GPA tem uma meta ousada: fazer com que os produtos de marca própria caiam no gosto dos consumidores brasileiros – e

Comércio varejista

Amazon registra Marca Própria de alimentação em Portugal

Por Hipersuper O mercado português é um dos “alvos” da Amazon para 2018. Prova disso é que a gigante norte-americana do retalho online pediu, no final do mês passado, o