O elefante do Jumbo vai embora. Fica a Auchan e investe 90 milhões

Fonte: Express PT – Por MARGARIDA CARDOSO

A cadeia de distribuição francesa quer uma insígnia única a nível mundial. No mercado nacional, isto significa que em vez de ir aos hipermercados Jumbo ou aos supermercados Pão de Açúcar, o consumidor vai sempre à Auchan

Auchan Retail Portugal vai investir 90 milhões de euros em Portugal entre 2018 e 2019, num programa que contempla a abertura de 60 lojas de proximidade My Auchan e a mudança das marcas Jumbo e Pão de Açúcar para Auchan.

Em Portugal desde 1996, ano em que comprou o grupo Pão de Açúcar, os franceses da Auchan apostam, agora, “numa evolução da marca”, diz o diretor-geral Pedro Cid, sublinhando que a Auchan, “na verdade, já faz parte da vida dos portugueses”, designadamente através dos seus produtos de marca própria.

Na estratégia do grupo, esta é, também, “uma forma de ganhar dimensão e escala através da partilha de uma marca que vai unir clientes e colaboradores em todos os países (17) onde a Auchan está presente”. Assim, quer construir uma marca mais forte, fidelizar consumidores, aumentar receitas, reforçar o relacionamento emocional com os clientes e garantir a coerência da oferta entre os formatos tradicionais e online.

No território nacional, isto significa que os hipermercados da Jumbo que têm como imagem de marca um elefante vermelho e os 3 supermercados Pão de Açúcar vão mudar de nome e imagem para passarem a ser Auchan, o que exige um trabalho de reformulação de lojas e rebranding de marcas que só ficará concluído em 2019.

Ao mesmo tempo, o grupo aposta na abertura de novos supermercados de proximidade My Auchan. “Serão 25 a 30 inaugurações em 2018 e outras tantas em 2019”, adianta Pedro Cid ao Expresso.

Com 8.400 trabalhadores em Portugal, a Auchan Retail Portugal fechou 2017 com um volume de negócios de 1,5 mil milhões de euros, o que representa um crescimento de 2,5% para a mesma base, face ao ano anterior. O grupo, que tem 8.400 trabalhadores no país, 98% dos quais são seus acionistas através de ações ValPortugal, vai distribuir um valor recorde de 14,5 milhões de euros, equivalente a 2 salários e meio por cada um.

Previous Economia aquecida estimulará vendas de produtos de limpeza
Next Pesquisa da Proteste revela que juros de cartões de loja podem chegar a 875%

You might also like

Destaques

Palestrantes

Veja os convidados especialistas que vão se apresentar no 8º Congresso de Marcas Próprias ABMAPRO.  

Notícias ABMAPRO

Marcas próprias ganham espaço nos supermercados com preços até 25% mais baixos

O crescimento dos produtos de marca própria reflete o “empoderamento do consumidor”. O segmento que surgiu como um instrumento de fidelização é agora também visto como uma ferramenta que permite

Notícias

GPA une operações virtual e física de olho em maior rentabilidade do Extra

Fonte: DCI – Por João Vicente Ribeiro   Depois da fase de conversão de grandes unidades para a bandeira de atacarejo Assaí, varejista vê espaço para fidelizar cliente e otimizar

Notícias

Coritiba anuncia marca própria de material esportivo e prevê lucro inicial de R$ 1 mi

Fonte: Gazeta do Povo Em contato do presidenteSamir Namur com os associados do clube, o Coritiba anunciou a criação de sua marca própria de material esportivo. O Coxa é vestido atualmente pela Adidas. O contrato