Artigos do Lidl passam a ser confeccionados com ovos de solo

O Lidl Portugal já tinha abolido a comercialização de ovos provenientes de galinhas criadas em gaiolas. Agora, elimina também a utilização deste tipo de ovos na confecção dos seus produtos de marca própria: até este momento, cerca de 50 artigos já fizeram a transição, contando apenas com ovos de galinhas criadas no solo ou ao ar livre nas suas listas de ingredientes.

As massas frescas com ovo Chef Select, as refeições pré-congeladas como rissóis de camarão, crepes chineses e pastéis de bacalhau da marca Monissa são apenas alguns exemplos de produtos que já integram a estratégia de sustentabilidade da cadeia alemã de supermercados.

A par desta novidade chega a venda de ovos biológicos, que passam a fazer parte da oferta fixa do Lidl em Portugal. Os ovos biológicos têm origem em galinhas alimentadas com ração biológica desde a sua primeira semana de vida. Além disso, cada galinha tem ao seu dispor quatro metros quadrados de área descoberta, “recriando o habitat próprio da espécie”, segundo indica o Lidl.

Previous Lidl promove protectores solares de marca própria que também protegem a carteira
Next Lidl e Intermarché lideram prêmios Top Beleza

You might also like

Farmacêuticos e higiene

Espírito Empreendedor: como Sidney Oliveira transformou uma pequena farmácia em uma grande rede

Fonte: InfoMoney Sidney Oliveira transformou sua pequena farmácia em uma empresa que já conta com 1,5 mil colaboradores. Não há planos de lanças nova bandeira nem de adquirir outras empresas.

Farmacêuticos e higiene

Maior rede de farmácias do sul, Panvel acelera expansão em SP

Por Estadão Conteúdo Com apenas quatro lojas na capital paulista, a partir de 2019, empresa gaúcha quer chegar a 45 pontos de venda, com previsão de dez novas farmácias por

Alimentos

Anufood Brazil terá importadores do Oriente Médio

Fonte: ANBA Agência de Noticias Brasil-Árabe – Por Isaura Daniel Compradores dos Emirados, Catar e Arábia Saudita estarão na feira de alimentos em São Paulo. Eles terão agenda com expositores

Alimentos

Três anos depois do auge, paletas mexicanas tentam se reinventar e a MP vem pra ajudar

Fonte: Gazeta do Povo – Por Naiady Piva No verão de 2014, a rede paranaense Los Paleteros vendeu R$ 72 milhões em paletas mexicanas. O consumo de sorvete batia recordes