Produto de marca própria é excelente opção para o final do ano

Produto de marca própria é excelente opção para o final do ano

Os produtos de marca própria estão se tornando cada vez mais presentes em carrinhos e gôndolas de supermercados. E nesse final de ano vira uma excelente opção para quem quer comprar produtos com qualidade e com preços inferiores ao das marcas mais conhecidas.

Em momentos de inflação, dólar em alta e o desemprego em crescimento, é natural que o consumidor aperte o cinto na hora de gastar e se torne mais cauteloso nessa reta final do ano. Para segurar os gastos, a marca própria se tornou um grande aliado. Em pesquisas recentes, os produtos de marca própria contam com preços, em média, 25% inferiores às tradicionais.

Isso não é por acaso. Segundo Neide Montesano, presidente da ABMAPRO (Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização), o valor é inferior porque esse produto não tem custo comercial, não possui investimento em publicidade e, normalmente, são desenvolvidos diretamente entre fornecedor e detentor da marca. Nessa época do ano acaba se tornando um diferencial para boa parte das famílias brasileiras.

“Por ter preço mais baixo, esse tipo de produto gera uma economia significativa em relação às marcas tradicionais, oferecendo a mesma qualidade e dando oportunidade de todas as famílias fazerem suas ceias com qualidade e bom gosto”, acrescenta a presidente da entidade.

Esses detalhes também explicam o crescimento das marcas próprias no país. Em pesquisa apresentada pela Kantar Worldpanel, o número de residências brasileiras que consumiu algum produto desse segmento alcançou a marca de 32,6 milhões até o final do primeiro semestre deste ano. Isso representou crescimento de 45% em valor registrado nos últimos seis anos.

Atualmente, o setor de marcas próprias continua em crescimento em vários segmentos da economia no país. “Ou seja, há muito campo para crescer no território nacional. “Aos poucos, o consumidor brasileiro está percebendo a qualidade desses produtos. A marca própria representa um excelente custo x benefício em qualquer um dos segmentos onde se faz presente”, finaliza Neide Montesano.

Previous ABMAPRO elege nova diretoria para o quadriênio 2017/2020
Next ABMAPRO participa da 11ª Reunião do Fórum de Competitividade do Varejo, liderado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), em Brasília

You might also like

Comércio varejista

“Marca própria” no Brasil, deve crescer 15% até o fim de 2014

Fonte: DCI O avanço da inflação no País tem levado os consumidores a optarem por itens mais baratos, favorecendo a expansão da produção terceirizada. Com isso, as indústrias que fabricam produtos

Destaques

25.05 – Portas Abertas: LinkedIn como gerar valor para sua marca Pessoal

Participe do nosso encontro Portas Abertas do mês de maio! Café com a Presidente Networking Experiencia compartilhada Parcerias 25.05.18 as 9h na sede da Abmapro para mais informações ligue ou

Destaques

ABMAPRO participa da 12ª Reunião do Fórum de Competitividade do Varejo, promovido pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), em Brasília

Neide Montesano, presidente da associação, integra uma das cadeiras do Fórum e participa das decisões tomadas pelas maiores entidades de varejo do Brasil.

Notícias

Bahia rescinde com a Umbro e terá marca própria em agosto

Bruno Queiroz, Ivan Dias Marques e Vitor Villar redacao@correio24horas.com.br 26.03.2018, 20:21:00 Último uniforme será lançado em abril pela agora antiga fornecedora, em homenagem à Rússia O Bahia vai de fato