Rede italiana Coop reduz uso de plástico

ROMA, 24 JUL (ANSA) – A rede de supermercados italiana Coop anunciou nesta segunda-feira (23) medidas para reduzir o uso de plástico “virgem” nas embalagens dos produtos de sua marca própria. O objetivo é instituir, até 2025, a utilização de 6,4 mil toneladas anuais de plástico reciclado no lugar da matéria-prima nova.

A empresa aderiu às exigências da Comissão Europeia que trata, do meio ambiente, substituindo, por exemplo, o plástico convencional por materiais biodegradáveis e compostáveis em produtos da rede. É o que já acontece com os pratos, copos e hastes flexíveis com algodão.

A empresa também prevê alcançar até 2022 metas estabelecidas pela comissão que terão cumprimento obrigatório somente em 2030.

Em até quatro anos, todos os produtos da marca Coop, que movimentam três bilhões de euros por ano, terão embalagens recicláveis, compostáveis ou reutilizáveis, enquanto os da linha Vivi Verde, dedicada ao cuidado com o meio ambiente, já atenderão à exigência no ano que vem. (ANSA)

Previous Como a Amazon está vencendo o jogo do varejo online. De novo
Next Mundo Verde investirá mais em marca própria

You might also like

Notícias

A Revolução dos Bichos

Maior interação com animais de estimação durante a pandemia leva Petz a registrar alta de quase 50% no faturamento. Parte da rotina do empresário Sergio Zimerman, fundador e CEO da

Notícias ABMAPRO

Grupo GPA acelera expansão do Assaí e quer mais força em marcas próprias

Fonte: DCI – Por JOÃO VICENTE RIBEIRO Abertura de novas lojas no formato de cash ans carry, que já representa um marketshare de 44% nas vendas totais da companhia, pode mitigar

Destaques

2ª Semana Internacional de Marcas Próprias e Terceirização e 11º Congresso

Vocês estão preparados para o nossa 2ª Semana Internacional de Marcas Próprias e Terceirização e 11º Congresso. Nesta edição o evento se transformou em uma semana de trocas de conhecimento

Comércio varejista

Amazon projeta sua própria rede de mercados nos EUA

Fonte: Redação Promoview Empresa de Jeff Bezos já é dona da Whole Foods e da Amazon Go, mas pelo visto quer uma opção “mainstream” para fortalecer sua posição na área.