IPLC EDITA “THE PRIVATE LABEL REVOLUTION”

IPLC EDITA “THE PRIVATE LABEL REVOLUTION”

Fonte: HiperSuper – Por Rita Gonçalves

A IPLC (International Private Label Consult) lançou na passada quinta-feira em Paris, França, a obra “The Private Label Revolution”.

O livro procura descrever os desenvolvimentos em curso no mercado das marcas de distribuição e partilhar as boas práticas deste setor. E destaca o papel dos retalhistas discounters na evolução das marcas próprias que o livro apelida de “disrupção irreversível”.

A obra reflete ainda os 16 anos de experiência das equipas da IPLC em nove países europeus e reúne o conhecimento de visitas “intensas” a supermercados espalhados por 20 países europeus.

A obra tem 240 páginas, está escrita em inglês e tem um preço de capa de 95 euros.

Previous Lojas Americanas vende canudos reutilizáveis a preços acessíveis
Next 27.03 – Portas Abertas: Pós NRF – Um olhar sobre as mudanças do varejo com as lentes da Marca Própria

You might also like

Comércio varejista

Brink+, marca própria de brinquedos da Lojas Americanas, aumenta sortimento em 15% para o Dia das Crianças e já acumula crescimento de 20% em vendas em 2019

Fonte: Jornal dia a dia Por Ray Santos Marca, que lançou 200 novos produtos este ano, tem programação especial em canal próprio do YouTube A Lojas Americanas aumentou em mais de

Comércio varejista

Coop prevê a venda de 320 toneladas de panetones de marca própria

Neste ano, a Coop – Cooperativa de Consumo espera vender 320 toneladas de panetones da marca própria Delícias da Coop, entre as versões tradicionais e os recheados em parceria com

Pet

Incursão da Amazon em ração animal não intimida rival alemã

Fonte: Bloomberg – Por Richard Weiss A Zooplus, maior loja on-line da Europa de produtos relacionados a animais de estimação, ganhou uma nova e assustadora concorrente no ano passado. A Amazon

Bancos, finanças e seguradoras

DMCard, de cartões private label, atinge marca de dois milhões de emissões

Fonte: https://economia.estadao.com.br/ A DMCard, administradora de cartões private label, atingiu em fevereiro dois milhões de plásticos de marca própria emitidos aos consumidores de seus parceiros – basicamente do varejo supermercadista