IPLC EDITA “THE PRIVATE LABEL REVOLUTION”

IPLC EDITA “THE PRIVATE LABEL REVOLUTION”

Fonte: HiperSuper – Por Rita Gonçalves

A IPLC (International Private Label Consult) lançou na passada quinta-feira em Paris, França, a obra “The Private Label Revolution”.

O livro procura descrever os desenvolvimentos em curso no mercado das marcas de distribuição e partilhar as boas práticas deste setor. E destaca o papel dos retalhistas discounters na evolução das marcas próprias que o livro apelida de “disrupção irreversível”.

A obra reflete ainda os 16 anos de experiência das equipas da IPLC em nove países europeus e reúne o conhecimento de visitas “intensas” a supermercados espalhados por 20 países europeus.

A obra tem 240 páginas, está escrita em inglês e tem um preço de capa de 95 euros.

Previous Lojas Americanas vende canudos reutilizáveis a preços acessíveis
Next 27.03 – Portas Abertas: Pós NRF – Um olhar sobre as mudanças do varejo com as lentes da Marca Própria

You might also like

Notícias

Vendas de cosméticos no canal farma crescem 7% em 2017 e consolidam tendência do setor

Fonte: Brazil Beauty News – Por Daniela Belli Segundo a Abrafarma, itens de higiene pessoal e cosméticos contabilizaram R$ 14,17 bilhões em 2017 e já representam 32% do volume total

Alimentos

Um novo jeito de cozinhar: kits Cheftime by Pão de Açúcar

Após a grande aceitação dos consumidores dentro do período de testes, o Pão de Açúcar está expandindo a oferta dos kits Cheftime para mais lojas do Estado de São Paulo.

Notícias

O Carrefour estreou em França um novo site de e-commerce designado de Loop

Fonte: Grande Consumo   O Carrefour estreou em França um novo site de e-commerce designado de Loop, no seguimento da iniciativa recentemente lançada por várias grandes multinacionais para testar a

Comércio varejista

Grupo GPA acelera expansão do Assaí e quer mais força em marcas próprias

Fonte: DCI – Por JOÃO VICENTE RIBEIRO Abertura de novas lojas no formato de cash ans carry, que já representa um marketshare de 44% nas vendas totais da companhia, pode mitigar