Fonte: IsteÉ Dinheiro – Por Luana Meneghetti

Para celebrar os nove anos de Brasil, o restaurante italiano Serafina lançou a Seravino, sua marca própria de vinhos. A linha é composta por cinco rótulos exclusivos. São três tintos, um branco e um rosé, todos produzidos pela vinícola italiana Cantina Il Palazzo, na região da Toscana, e importados pela Casa Flora exclusivamente para o Serafina. O Bianco Toscana (Trebbiano e Grechetto) se destaca pelos aromas florais; o Rosato Toscana (Sangiovese e Syrah), tem paladar fresco e seco; o Rosso Toscana (Sangiovese e Merlot), é frutado no nariz e maduro no paladar; o Chianti Riserva DOCG (Sangiovese), remete a cassis; enquanto o Supertoscano (blend das uvas Sangiovese, Merlot e Syrah) apresenta aromas de amora, com taninos equilibrados e leve acidez. O vinhos estão disponíveis apenas nas três unidades da marca em São Paulo: Itaim Bibi, Jardins e Shopping JK Iguatemi.

Previous Auchan coloca ‘Nutri-Score’ em todos os produtos de marca própria
Next Banco digital BBNK recebe aporte para investimento para que empresas não financeiras tenham seu próprio braço financeiro com Marca Própria

You might also like

Comércio varejista

Amazon projeta sua própria rede de mercados nos EUA

Fonte: Redação Promoview Empresa de Jeff Bezos já é dona da Whole Foods e da Amazon Go, mas pelo visto quer uma opção “mainstream” para fortalecer sua posição na área.

Farmacêuticos e higiene

Grupo Dimed vai abrir 40 farmácias em 2018

Fonte: Jornal do Comércio Mottin Neto diz que previsão é dobrar número de lojas em até 10 anos Dentro do processo de expansão, o Grupo Dimed pretende abrir 40 novas

Notícias

Refeições prontas no supermercado ganham apelo saudável e até gourmet

Fonte: DCI – Por João Vicente Ribeiro Demanda crescente por pratos de consumo imediato tem feito com que as redes invistam na ampliação dos espaços físicos e também na diversificação

Notícias Internacionais

Kroger comercializará produtos com canabidiol em suas lojas

Fonte: Panorama Farmacêutico A Kroger, maior varejista de alimentos dos Estados Unidos irá vender produtos a base de canabidiol em quase mil lojas. No entanto, nenhum dos itens é alimentício.