O Carrefour estreou em França um novo site de e-commerce designado de Loop

Fonte: Grande Consumo

 

O Carrefour estreou em França um novo site de e-commerce designado de Loop, no seguimento da iniciativa recentemente lançada por várias grandes multinacionais para testar a reutilização de embalagens de modo a reduzir os resíduos.

Loop une os esforços de 25 gigantes do sector do grande consumo, entre os quais a Nestlé, a Mars Petcare, a Mondelez International, a Danone, a Procter & Gamble, a Coca-Cola e a PepsiCo, e da TerraCycle, uma empresa especializada em reciclagem.As fabricantes envolvidas, todas cofundadoras do projeto, irão propor alguns dos seus produtos em embalagens reutilizáveis após lavagem. Por exemplo, as bolachas Milka serão vendidas, nas suas saquetas individuais, dentro de uma caixa de metal.

O lançamento do serviço em França é feito pelo Carrefour, que vai acrescentar algumas das suas referências de marca própria ao catálogo de produtos proposto. No Reino Unido, será lançado pela Tesco.

O serviço está disponível no mercado francês desde o dia 14 de maio. Para cada produto, há que pagar um adicional ao preço de venda referente à embalagem reutilizável, que será posteriormente devolvido. As encomendas são entregues no domicílio e, ao mesmo tempo que os novos produtos chegam, o cliente devolve as embalagens anteriores. Se escolher a opção de recarga automática, torna a comprar a mesma referência e evita a etapa do pagamento-reembolso do valor consignado à embalagem.

A iniciativa, que foi anunciada quando do Fórum de Davos, está para já disponível em algumas zonas de Paris e limitada a alimentos e bebidas. O objetivo é ampliá-la aos restantes produtos e a outras zonas.

A oferta tem, contudo, pelo menos para já, um senão. De acordo com os cálculos da revista Linéaires, os produtos custam duas a quatro vezes mais que no normal serviço de e-commerce do Carrefour. Por exemplo, uma garrafa de um litro de Coca-Cola custa 3,10 euros, devido à embalagem, comparativamente aos normais 1,23 euros pagos num supermercado francês.

Previous Bancos private label são tendência para empresas que buscam cortar custos e expandir produtos
Next Marca Aldi já vale mais que a Tesco

You might also like

Notícias

Vendas de cosméticos no canal farma crescem 7% em 2017 e consolidam tendência do setor

Fonte: Brazil Beauty News – Por Daniela Belli Segundo a Abrafarma, itens de higiene pessoal e cosméticos contabilizaram R$ 14,17 bilhões em 2017 e já representam 32% do volume total

Comércio varejista

Com marca própria, Boca Rosa vai de ‘influencer’ a empresária e planeja IPO

Produtos serão distribuídos em redes de farmácia e varejistas de moda; pré-venda será realizada ao vivo pelo Instagram dia 25 de junho A influenciadora digital Bianca Andrade, que ficou conhecida

Notícias

Programa Mercado & Consumo destaca o segmento de marcas próprias

Por Imprensa Mercado & Consumo Itens como açúcar, arroz, papel higiênico e produtos de limpeza de marcas próprias de redes de supermercado não são novidade. No entanto, este mercado ainda

Notícias

Participação das Marcas Próprias Cresce na Operação da Pague Menos

Representatividade das vendas dessa categoria foi de 13,5% do autosserviço no primeiro semestre Rede do varejo farmacêutico com mais de 1.100 lojas pelo país, a Pague Menos está aumentando a aposta