Mundo Verde lançará e-commerce

Fonte: Exame – Por Mariana Fonseca

Rede de produtos naturais estima que a operação online represente de 5 a 7% de suas vendas

A Mundo Verde, rede de lojas franqueadas que comercializam produtos naturais, abrirá uma loja virtual própria na próxima segunda-feira (18). A marca busca aproveitar o crescimento do e-commerce brasileiro, que chegou a 53,2 bilhões de reais no último ano e deve crescer 15% em 2019, de acordo com a empresa de pesquisas Ebit Nielsen.

“Vimos a demanda de nossos consumidores pela comodidade de fazer compras em casa, especialmente para a aquisição programada de produtos, como um pote de whey [suplemento alimentar proteico] todo mês”, afirma Charles Martins, presidente da Mundo Verde.

Martins projeta que a operação de e-commerce represente de 5 a 7% das vendas da Mundo Verde. A rede já havia comprado a Natue, uma das lojas virtuais mais conhecidas no ramo de produtos saudáveis.

Segundo o presidente da Mundo Verde, o principal diferencial de seu comércio eletrônico estará na venda de produtos de marca própria. Hoje, a Mundo Verde possui 220 itens e pretende lançar outros 100 até o fim deste ano. Os produtos de marca própria representam 15% das vendas e devem representar 50% nos próximos cinco anos.

 

Previous Padaria Pet inova com café e pipoca para cachorros
Next Lidl com mais de 100 artigos certificados para os clientes descobrirem na Páscoa

You might also like

Comércio varejista

Grande supermercado holandês adota blockchain para tornar transparente a produção de suco de laranja

A Albert Heijn, a maior cadeia de supermercados da Holanda, revelou que está usando o blockchain para tornar a cadeia de produção de seu suco de laranja transparente, informou a

Destaques

Marcas próprias alcançam mais de 32 milhões de lares no Brasil

As marcas próprias seguem se consolidando na economia nacional. Em pesquisa apresentada pela Kantar Worldpanel, o número de lares brasileiros que consumiu algum produto desse segmento atingiu a expressiva marca de

Notícias

GPA prevê acelerar oferta de entrega rápida de alimentos após compra de startup

Fonte: Conteúdo Estadão   O acordo anunciado entre o Grupo Pão de Açúcar (GPA) e a startup Cheftime faz parte de uma estratégia da varejista de acelerar as entregas expressas

Alimentos

Um novo jeito de cozinhar: kits Cheftime by Pão de Açúcar

Após a grande aceitação dos consumidores dentro do período de testes, o Pão de Açúcar está expandindo a oferta dos kits Cheftime para mais lojas do Estado de São Paulo.