Mundo Verde – Rede de 400 lojas de alimentos saudáveis aposta na marca própria e RS lidera vendas

Mundo Verde amplia itens de marca própria

Com lançamento de 40 produtos, portfólio chega a 250 produtos. Categoria corresponde a 15% do faturamento da rede e meta é chegar a 50% em 2020

A rede de produtos naturais e orgânicos Mundo Verde apresenta nesta segunda-feira, 20, 40 novos produtos da marca própria Mundo Verde Seleções. “Com isso teremos 250 itens de marca própria até o final do ano, que correspondem atualmente a 15% do nosso faturamento. Até 2020, a meta é que esse número chegue a 50%”, projeta Daniela Heldt, COO do Mundo Verde.

Além de Mundo Verde Seleção, a rede possui a marca Elixir, lançada em 2017, voltada para atender às necessidades de beleza e de saúde das mulheres acima dos 30 anos. Entre os lançamentos estão bebida de arroz, aveias com e sem glúten, leite de coco em pó, pipocas, chás in natura e adoçantes naturais, como o Eritritol, Xylitol e açúcar de coco.

Previous E-Commerce: Saúde e Cosméticos Ultrapassa Moda e é o que mais vende no Brasil
Next Albert Heijn testa área dedicada a comida vegan

You might also like

Destaques

PLMA CHICAGO 2018

PLMA  11 a 13 DE NOVEMBRO DELEGAÇÃO ABMAPRO 09 A 16 DE NOVEMBRO FAÇA SUA PRÉ RESERVA!   VAGAS LIMITADAS! Escreva para: abmapro@abmapro.org.br

Comércio varejista

Carrefour é premiado por monitorar o uso correto de defensivos agrícolas em alimentos que comercializa

Fonte: DinheiroRural   Pelo terceiro ano consecutivo, o Carrefour, rede varejista que fatura cerca de R$ 50 bilhões por ano no Brasil, recebeu da Associação Brasileira de Supermercados o Prêmio

Central de negócios

Auchan, Casino, Metro e Schiever criam central de compras interncaional

Fonte: HiperSuper – Por Filipe Pacheco O Auchan Retail, o Casino Group, o Metro e o Schiever Group anunciaram a criação de uma central de compras, em França e a

Alimentos

Três anos depois do auge, paletas mexicanas tentam se reinventar e a MP vem pra ajudar

Fonte: Gazeta do Povo – Por Naiady Piva No verão de 2014, a rede paranaense Los Paleteros vendeu R$ 72 milhões em paletas mexicanas. O consumo de sorvete batia recordes