Pelo menos 1/3 dos produtos vendidos na Europa são de Marca Própria

A quota de mercado em volume da marca da distribuição (MDD) atinge 30% ou mais em 17 países europeus, de acordo com os dados mais recentes da Nielsen, recolhidos para o Anuário Internacional da Marca da Distribuição 2019 da PLMA.

Espanha, com 51%, Suíça (49%) e Reino Unido (47%) lideram o ranking continental. “As últimas estatísticas da Nielsen revelam claramente que a popularidade das marcas da distribuição entre os consumidores em toda a Europa permanece enorme“, diz o presidente da PLMA, Brian Sharoff. “Em 17 países analisados, pelo menos um terço dos produtos vendidos são de marca de distribuidor. Os países na dianteira são Espanha e Suíça, onde um em cada dois produtos vendidos são de uma marca de distribuição“.

Na Alemanha, o maior motor económico da Europa, a quota de mercado das MDD está acima dos 44%, pelo terceiro ano consecutivo. No Reino Unido, onde os supermercados estão a investir em programas de marca própria para enfrentar a concorrência de marcas de desconto, que também se apoiam nas MDD, a quota sobe para 47%. Tem estado acima de 40% desde que a Nielsen começou a recolher dados para a PLMA, em 1997.

Da mesma forma, a marca própria atingiu também números recorde na Bélgica, onde a quota de mercado  subiu, pela primeira vez, para quase 44%. A quota de mercado também aumentou para níveis máximos noutros quatro países: Suécia (33%), Noruega (32%), Holanda (30%) e Turquia (29%).

A quota das MDD também atinge 30% ou mais em quatro países da Europa Central e de Leste: Hungria (34%), Eslováquia (32%), Polónia (31%) e República Checa (30%). Na Áustria, mantém-se acima de 40% e em Itália em torno dos 20%, pelo sétimo ano consecutivo.

Fonte: Revista Grande Consumo

Previous Banco digital BBNK recebe aporte para investimento para que empresas não financeiras tenham seu próprio braço financeiro com Marca Própria
Next Pague Menos cria marca própria sustentável

You might also like

Plástico, borrada e não metálicos

Múltis planejam reciclar 100% das embalagens

Fonte: Valor Econômico – Por Cibelle Bouças A Nestlé anunciou ontem um compromisso global de tornar 100% de suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis até 2025. A intenção é que nenhuma

Notícias Internacionais

Lidl aposta em gama de chocolates sustentáveis ‘Way to Go’

O Lidl, em colaboração com a associação de agricultores Kuapa Kokoo do Gana e a associação Fairtrade, apostou na ‘Way to Go’, uma gama de chocolates que o grupo de retalho afirma que “oferece

Destaques

Dia aposta em venda digital, marcas próprias e franquias para crescer

Os supermercados, junto com as farmácias, foram os únicos estabelecimentos de varejo que não precisaram interromper sua operação física por causa da pandemia do novo coronavírus. Isso não significa que tenha sido uma

Comércio varejista

Lidl vai eliminar micro plásticos dos seus produtos de cosmética até 2021

A meta foi assumida pela cadeia de supermercados Lidl anunciou que vai eliminar micro plásticos dos seus produtos de cosmética e higiene pessoal da sua marca própria até final do próximo ano. “Para o Lidl a sustentabilidade ambiental