Pelo menos 1/3 dos produtos vendidos na Europa são de Marca Própria

A quota de mercado em volume da marca da distribuição (MDD) atinge 30% ou mais em 17 países europeus, de acordo com os dados mais recentes da Nielsen, recolhidos para o Anuário Internacional da Marca da Distribuição 2019 da PLMA.

Espanha, com 51%, Suíça (49%) e Reino Unido (47%) lideram o ranking continental. “As últimas estatísticas da Nielsen revelam claramente que a popularidade das marcas da distribuição entre os consumidores em toda a Europa permanece enorme“, diz o presidente da PLMA, Brian Sharoff. “Em 17 países analisados, pelo menos um terço dos produtos vendidos são de marca de distribuidor. Os países na dianteira são Espanha e Suíça, onde um em cada dois produtos vendidos são de uma marca de distribuição“.

Na Alemanha, o maior motor económico da Europa, a quota de mercado das MDD está acima dos 44%, pelo terceiro ano consecutivo. No Reino Unido, onde os supermercados estão a investir em programas de marca própria para enfrentar a concorrência de marcas de desconto, que também se apoiam nas MDD, a quota sobe para 47%. Tem estado acima de 40% desde que a Nielsen começou a recolher dados para a PLMA, em 1997.

Da mesma forma, a marca própria atingiu também números recorde na Bélgica, onde a quota de mercado  subiu, pela primeira vez, para quase 44%. A quota de mercado também aumentou para níveis máximos noutros quatro países: Suécia (33%), Noruega (32%), Holanda (30%) e Turquia (29%).

A quota das MDD também atinge 30% ou mais em quatro países da Europa Central e de Leste: Hungria (34%), Eslováquia (32%), Polónia (31%) e República Checa (30%). Na Áustria, mantém-se acima de 40% e em Itália em torno dos 20%, pelo sétimo ano consecutivo.

Fonte: Revista Grande Consumo

Previous Banco digital BBNK recebe aporte para investimento para que empresas não financeiras tenham seu próprio braço financeiro com Marca Própria
Next Pague Menos cria marca própria sustentável

You might also like

Destaques

ABMAPRO participa da 12ª Reunião do Fórum de Competitividade do Varejo, promovido pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), em Brasília

Neide Montesano, presidente da associação, integra uma das cadeiras do Fórum e participa das decisões tomadas pelas maiores entidades de varejo do Brasil.

Química e petroquímica

Economia aquecida estimulará vendas de produtos de limpeza

Fonte: DCI – Por MARCELA CAETANO Empresas estão otimistas e apostam em itens de melhor custo-benefício, além de múltiplas utilidades, para conquistar o consumidor e ampliar a participação de mercado

Comércio varejista

Lidl e Intermarché lideram prêmios Top Beleza

Fonte: Hipersuper O prémio Top Beleza distinguiu 23 produtos de marcas de distribuição e de fabricante das áreas de beleza, cosmética e bem-estar.A retalhista Lidl arrecadou 15 prémios, com a

Releases ABMAPRO

LANÇAMENTO Marca Própria & Mercado

Nas decisões sobre a relevância das Marcas Próprias e Terceirizações no Pais reside boa parte do futuro de negócios das industrias e varejos brasileiros. Neste processo, acreditamos possível e fundamental