Carrefour Brasil amplia ações para diferenciar hipermercados dos concorrentes

Fonte: Estadão Conteúdo

O Grupo Carrefour Brasil está implantando uma série de ações para diferenciar seus hipermercados dos concorrentes, informou nesta terça-feira, 10, a empresa. Entre elas está a maior oferta de alimentos frescos e de produtos com marcas próprias, além da ampliação de produtos no canal digital.

“Nós estamos aumentando gradualmente as especificidades dos nossos hipermercados quando comparados com os concorrentes, em particular através da ampliação da relevância e qualidade da nossa oferta em produtos frescos, concentrando a nossa oferta não alimentar em menos categorias nas quais nos beneficiamos do forte reconhecimento do cliente e também através do ajuste fino dos nossos preços, em particular em um número limitado de lojas mais afetadas no que diz respeito aos preços praticados na zona de atração”, diz a varejista.

A empresa informa também iniciativas adicionais como o aumento da oferta de marca própria com o relançamento das marcas Carrefour “Viver” e “Sabor e Qualidade”, o aumento da oferta de produtos “garantia de origem do Carrefour”, o desenvolvimento de lanches internos e pratos prontos para consumo sob o rótulo “Feito aqui” e a otimização de iniciativas de venda cruzada e promoções como os “sábados imbatíveis”, todos com o objetivo de impulsionar as vendas e “já apresentando resultados promissores para alguns deles”.
A empresa destaca ainda a aceleração na expansão do modelo Cash & Carry, com quatro novas lojas Atacadão no primeiro trimestre: uma em Roraima, uma na Bahia e duas Rio de Janeiro. “Esse aumento é significativo para o primeiro trimestre, representando um aumento na área de vendas, ano contra ano, de 8,5% para 953.844 metros quadrados.

Digital

Outras iniciativas ocorreram no omnichannel e digital. “Nossas vendas de e-commerce apresentaram um desempenho nove vezes superior à média do mercado no trimestre; nosso GMV apresentou crescimento de 103% no primeiro trimestre, sendo que 1P cresceu 80,6% enquanto o marketplace representou 11% do GMV total”, diz a empresa

O ticket médio cresceu 13% e o número de pedidos avançou 90%. “O número total de ‘sellers’ em nosso marketplace alcançou 134 ao final de março ante 75 em dezembro”, informa

A empresa ressalta ainda que no primeiro trimestre do ano estendeu a opção de colocar pedidos de e-commerce de alimentos no website, o que resultou em um aumento de mais de dez vezes no volume de pedidos. Adicionalmente, informa, ampliou o alcance da área de entrega de e-commerce alimentar na cidade de São Paulo.

A empresa destaca que está implementando uma opção de pagamento automatizada em seus postos de gasolina, conforme antecipado pela Coluna do Broadcast, o que reduzirá os custos operacionais e melhorará ainda mais a rentabilidade nesse segmento. “Um total de 12 postos de gasolina já estão equipados com ‘self check-out’ automático e esperamos implementar essa opção de pagamento na maioria dos nossos postos até o final do ano”, diz o grupo.

Meu Carrefour

Desde o seu lançamento em outubro, o porcentual de clientes identificados nas lojas subiu para 61% em março de 2018, comparado à menos de 40% em outubro de 2017. A base de clientes, segundo o varejista, está próxima a 6,6 milhões de clientes, com aumento de 95% desde o lançamento, com mais de 900 mil downloads do aplicativo Meu Carrefour. “Planejamos continuar aumentando o número de clientes e ter 65% dos clientes que compram em nossas lojas identificados até o final do ano”, diz o grupo.

Previous Urupês emprega mil pessoas no setor de confecção
Next Múltis planejam reciclar 100% das embalagens

You might also like

Releases ABMAPRO

Produto de marca própria é excelente opção para o final do ano

Os produtos de marca própria estão se tornando cada vez mais presentes em carrinhos e gôndolas de supermercados. E nesse final de ano vira uma excelente opção para quem quer

Notícias

Marcas Própria: Preço ou Qualidade?

Por Hipersuper a 29 de Março de 2018 as 10:45 Por Robertus Lombert, Partner da IPLC para Portugal Marcas próprias: Preço ou qualidade? É, talvez, uma das perguntas mais comuns

Notícias

Amazon deve lançar marcas próprias para venda de produtos alimentícios

Varejista online já vendia alimentos de outras companhias, porém é a primeira vez que cria marcas exclusivas para vendê-las no próprio e-commerce

Destaques

Amazon registra Marca Própria de alimentação em Portugal

Por Hipersuper O mercado português é um dos “alvos” da Amazon para 2018. Prova disso é que a gigante norte-americana do retalho online pediu, no final do mês passado, o