Bahia rescinde com a Umbro e terá marca própria em agosto

Bruno Queiroz, Ivan Dias Marques e Vitor Villar
redacao@correio24horas.com.br
26.03.2018, 20:21:00

Último uniforme será lançado em abril pela agora antiga fornecedora, em homenagem à Rússia
O Bahia vai de fato produzir o seu material esportivo, e a mudança será feita ainda em 2018. Em entrevista exclusiva ao CORREIO, o presidente do tricolor, Guilherme Bellintani, confirmou que vai deixar a Umbro e abrir marca própria, com data prevista de lançamento para agosto.

O nome da marca ainda está em discussão pela diretoria tricolor. A produção será feita pela Bomache, empresa cearense que já fornece o material do Paysandu e do Santa Cruz, clubes que optaram por lançar suas marcas próprias.

“Esta é uma decisão tomada. A Umbro foi muito parceira e fizemos esse acordo da rescisão do contrato. Vamos já nos próximos dias efetivar esse novo modelo que é de marca própria de uniformes”, disse Bellintani.

O concurso para que a torcida desenhe o modelo da futura camisa já é um passo para a mudança: “A Umbro lançará em abril o uniforme da Copa do Mundo (em homenagem à Rússia). Só ele e encerra o ciclo. A partir do segundo semestre, em agosto, teremos a marca própria”.

Bellintani disse que optou pela marca própria para arrecadar mais: “Se fosse um projeto razoavelmente vantajoso, não seria suficiente. Teria que ser muito vantajoso economicamente. E nas nossas contas, vamos multiplicar de três a quatro vezes os royalties (parcela da venda)”.

Para os lojistas e torcedores que desconfiam, Bellintani garante que a Bomache vai dar conta da demanda: “Hoje temos problemas de abastecimento com a Umbro. A Bomache terá talvez o Bahia como clube de maior produção. Conversei muito com Constantino (Júnior), presidente do Santa Cruz, e ele é muito satisfeito”, completou.

Previous Inovação é a arma do varejo para conquistar consumidores
Next Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo lançam marca própria

You might also like

Notícias

Programa Mercado & Consumo destaca o segmento de marcas próprias

Por Imprensa Mercado & Consumo Itens como açúcar, arroz, papel higiênico e produtos de limpeza de marcas próprias de redes de supermercado não são novidade. No entanto, este mercado ainda

Química e petroquímica

Quando a indústria vira varejo: o caso das lavanderias Tide.

Fonte: Brazil Journal – Por Mariana Barbosa Ter uma máquina de lavar dentro de casa não é exatamente uma aspiração das novas gerações. Por isso, a Tide – a líder

16.10 – Congresso de Marcas Próprias Abmapro 2018

Para mais informações entre em contato via WhatsApp
Comércio varejista

Rede DIA inaugura novo conceito de loja no Brasil

Por:  Amanda Lima “Meu DIA” traz modelo de loja focado em entregar mais conveniência ao consumidor, além de oferecer itens básicos para abastecimento da casa A rede de supermercados DIA