Mundo Verde – Rede de 400 lojas de alimentos saudáveis aposta na marca própria e RS lidera vendas

Mundo Verde amplia itens de marca própria

Com lançamento de 40 produtos, portfólio chega a 250 produtos. Categoria corresponde a 15% do faturamento da rede e meta é chegar a 50% em 2020

A rede de produtos naturais e orgânicos Mundo Verde apresenta nesta segunda-feira, 20, 40 novos produtos da marca própria Mundo Verde Seleções. “Com isso teremos 250 itens de marca própria até o final do ano, que correspondem atualmente a 15% do nosso faturamento. Até 2020, a meta é que esse número chegue a 50%”, projeta Daniela Heldt, COO do Mundo Verde.

Além de Mundo Verde Seleção, a rede possui a marca Elixir, lançada em 2017, voltada para atender às necessidades de beleza e de saúde das mulheres acima dos 30 anos. Entre os lançamentos estão bebida de arroz, aveias com e sem glúten, leite de coco em pó, pipocas, chás in natura e adoçantes naturais, como o Eritritol, Xylitol e açúcar de coco.

Previous E-Commerce: Saúde e Cosméticos Ultrapassa Moda e é o que mais vende no Brasil
Next Albert Heijn testa área dedicada a comida vegan

You might also like

Destaques

Pão de Açúcar relança Qualitá e quer transformar conceito de marca própria

Fonte: Veja – Por Fabiana Futema Objetivo é elevar participação das vendas de produtos de marca exclusiva do patamar de 5% para 22%, como é nos Estados Unidos O Grupo Pão

Notícias

Programa Mercado & Consumo destaca o segmento de marcas próprias

Por Imprensa Mercado & Consumo Itens como açúcar, arroz, papel higiênico e produtos de limpeza de marcas próprias de redes de supermercado não são novidade. No entanto, este mercado ainda

Notícias

Produto de marca própria é excelente opção para o final do ano

Os produtos de marca própria estão se tornando cada vez mais presentes em carrinhos e gôndolas de supermercados. E nesse final de ano vira uma excelente opção para quem quer

Comércio varejista

Carrefour reduz marcas de fabricante em quatro lojas francesas

Fonte: HiperSuper A Carrefour está a implementar, em quatro lojas francesas, um projeto piloto que prevê a eliminação de muitas das marcas de fabricantes dos seus lineares. A experiência pretende